Ele...
sempre ele...
...ele esqueceu-se de lhe dizer ao que saberia o mar depois dela lhe ter provado os beijos...
esqueceu-se de lhe lembrar que depois do amor que lhe fez, o sol ainda lhe escaldaria mais o corpo...
ele esqueceu-se...de lhe dizer tanta coisa...que o Verão seria eterno na sua alma, depois de lhe ter bebido os olhos, com a sede dos loucos e de lhe ter comido o sexo, com a fome dos sãos...
Foi por esquecimento, puramente esquecimento, que ele não lhe disse, que um amor de água e sal, é mais sagrado do que aquele benzido com água benta.
Ele esqueceu-se...mas ela...oh ela vai para sempre se lembrar...mesmo que o Estio não for mais dos dois.

*** @rt ***