Bastidores...


    Meus queridos "amigos", sei que existe toda uma vida nos bastidores da blogesfera, o som das ratazanas tem chegado até mim das mais variadas formas, umas por email, outras em comentários anónimos. 
   Como todos os que me seguem, sabem, a minha estadia aqui resume-se ao facto de gostar de escrever, já o referi muitas vezes. Não ando nem nunca andei à procura de coisa alguma, nem nunca alimentei qualquer espécie de abordagem mais intimista. Respeito tudo e todos, desde que me respeitem a mim, e à minha postura. 
    De uns tempos para cá, tenho vindo a ser abordada com muita frequência por gente que faz questão de me passar relatos sobre pessoas e iniciativas em que de uma forma ou de outra, o meu nome está envolvido.
  Queiram pois saber, que a mim não me interessa minimamente quem come quem...ou quem anda atrás de quem...não me interessa hoje, como nunca de resto me interessou. 
   Não me interessa igualmente as danças de acasalamento feitas por umas e por outros, ou as manobras de diversão, feitas atrás do palco deste circo em que isto tudo se transformou, ou que sempre existiu, mas que estive até à bem pouco tempo imune, felizmente, 
 Gostaria então que gentilmente me deixassem em paz, e me privassem desse tipo de conhecimento...falem, fodam...mas não me lixem. Prezo muito a minha dignidade, e se esta mais alguma vez for posta em causa, por quem quer que seja, eu viro o diabo e trago todos a reboque comigo até ao inferno. 
   Já disse uma vez, a uma caríssima, que para ladrar tem que aprender a morder primeiro, porque eu não moldo, eu arranco carne.
   É lamentável que me veja obrigada a vir até aqui, neste espaço que para mim é sagrado, ter este tipo de discurso...
  Aquelas que por ventura quiserem carta de recomendação, terão de vir buscá-la pessoalmente, porque só pessoalmente a darei...embora ache desnecessário, já que a esta altura me parece, saberem até mais do que eu própria, já que se expressam com total conhecimento de causa, neste caso, a minha causa. Que aliás deveria ser só minha...mas passou a ser do povo.
    Salvaguardo aqui em nome da justiça, algumas pessoas que me chegaram apenas e só preocupadas com o meu bem estar, e que sem perguntas, observações ou delongas demonstram serem conhecedoras do meu caracter. As essas fico grata pelo carinho e sobretudo pelo respeito...bem haja por isso.
   Ao resto, pois bem...aproveitem o que houver para aproveitar... se o permitirem...que eu nada tenho a ver com isso...mas repito...para me ladrarem tem mesmo que aprender a morder primeiro...porque eu arranco carne...e arranco à séria sem dó nem piedade. Não sou bicho, mas rapidamente me transformo, e podem perguntar já agora a quem sabe...só para ficarem a saber com quem estão a lidar.

*** @rt ***

18 comentários:

  1. Respostas
    1. era pumbas era, mas era na fronha desta gente cobardolas que me vem encher a paciência :-)

      Eliminar
  2. Para ti uma simples frase: Mata os com o teu sorriso, enterra os com a tua vitória!
    E mais não digo, já to disse.

    Beijo carregadinho de energias positivas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu enterrava era esta gente viva :-)
      Sabes uma coisa? eu devo ser muita boa, agora é que vejo, para causar tanta comichão :-)))))
      beijinho e obrigada

      Eliminar
    2. Mas havia dúvidas do quanto boa es?!
      Enterrar viva não, que contamina a natureza circundante!
      Eu sei bem onde está a comichão dessa gentalha, e tu também ;)

      Beijo*

      Eliminar
    3. Tens razão!Pobre natureza!temos obrigação de preservar o planeta :-)
      Nós sabemos, ui se sabemos onde está a comichão. Mas remédio uma escamadeira de peixe salva muitas almas :-)
      beijinho*

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Lá teve de ser...uma mulher não é de ferro...é quase meu amigo :-)

      beijo

      Eliminar
  4. O seu problema é que vc não responde comentários que te enaltecem, só os depreciadores! Onde já se viu fazer post em "homenagem" a esse tipo de gente?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssima, não deves acompanhar muito aqui a minha praia, pois não?!
      é que se acompanhasses verias que é a primeira vez que uso o meu sagrado espaço para estas deploráveis situações.
      Mas tens razão é uma homenagem, bem visto...a esta gente pequena, que se julga grande...sabes sou uma boa alma, por isso quis homenagear...Em relação aos comentários, eu respondo a todos...

      Eliminar
  5. ...minha querida e doce Àrtemis,
    bem sei que é difícil, és uma Mulher digna com "M" maiúsculo, para quem te conhece é quanto baste. Por isso escreve o que te sai da Alma, aquelas palavras de são lidas umas vezes a cantar outras vezes de...

    Gosto[te] e respeito[te] muito!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida amiga, o problema não é "aquele comentário" são os vários comentários que tenho recebido, mas que não publico por respeito a quem me lê.
      Apenas publiquei aquela amostra para poder responder...mas não deve ter chegado a resposta, porque a coisa continuou para pior no conteúdo, isto fora os restos.
      A mim ninguém a não ser eu me limita a escrita ou a estar, porque me sei muito bem...e sei do que me faço.
      Bom ter-te aqui...
      Goti sabes que te gosto muito...dum tanto que não sei explicar...obrigada por tudo o que tens sido ao longo destes longos anos.
      Sou mais feliz por saber-te aqui perto.

      Eliminar
    2. ...obrigada eu minha querida, por me acrescentares sempre mais um pouco.
      Vá, já sinto falta de [me] lambuzar nas Tuas palavras que eriçam a pele e provocam tsunamis de sorrisos e não só[risos]

      Beijocas daquelas boas, mas boas mesmo!

      Eliminar
    3. Tenho que me alinhar com as minhas letras...fazer as pazes com elas e voltar a embrulhar-me nelas.
      Hei-de voltar a seguir-me da melhor forma que sei :-)

      beijo muito mas mesmo muito bom :-)

      Eliminar
  6. Durante o meu crescimento como criança e depois como jovem, tendo ficado assente para a vida adulta, a minha mãe em assuntos desta (in)qualificação dizia-me: "Filho...desprezo, desprezo é muito lindo"
    Abraço, sempre do teu lado ^.~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mada,
      a tua mãe é que tem razão...

      Obrigada Amigo :-)

      Eliminar
  7. @rt, de uma forma indireta sei que talvez por minha causa e de outros, estejas a passar por isto. Na parte que me cabe peço te desculpa. E lamento estares a ser alvo de uma coisa destas. Tu que tens sido uma pessoa integra pelo que me tem sido dado a conhecer e pelo que tenho acompanhado.
    Peço te que mandes esta gentalha toda à merda, desculpa a palavra, e que sigas o teu percurso, aqui e no resto da tua vida.
    Miúda és grande. Tu sabes disso e sabem os teus amigos.
    beijito Imperatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sensação com que fico é que existe todo um mundo que me é desconhecido, e que me tem vindo a ser mostrado, da pior maneira e definitivamente com o qual não me identifico.
      Eu não sou de bastidores, sou de palcos abertos...
      Como disse e repito...comam-se, fodam-se, acasalem-se como gatos no cio...mas não me lixem...não sou de misturas...não sou de leva e trás...não sou deste tipo de vivências.
      Beijo e obrigada

      Eliminar

Partilha-te...