Liberdade...


Ser livre...ser-se...apenas ser...nada mais do que isto...simples num composto, num complexo...
A liberdade não é um estado...é um sentir...é algo intimo...muito intimo...somos livres não quando nos queremos livres...somos livres quando nos sentimos livres... a liberdade vem de dentro para fora, não de fora para dentro...
Posso libertar-me de tudo...e mesmo assim não ser livre...acho que na vida, mal nascemos deixamos de o ser, até antes nunca o fomos...existe sempre uma ligação qualquer...qualquer coisa que nos amarra...qualquer coisa que nos prende...algo a que não conseguimos fugir...faz parte da natureza do existir...
O que existe são amarras que nos prendem à felicidade...e outras que nos seguram à tristeza...e são essas amarras que nos fazem sentir livres ou não livres...são elas que determinam a ilusão que nos alimenta os instantes...os momentos...os segmentos de vida...
Talvez a liberdade não passe de uma palavra inventada para nos enganar...para nos fazer mais leves...mais soltos...mas solto não é sinonimo de livre...nunca o será...quantas vezes até são palavras antónimas, quantas vezes...
Ser livre...ser-se...apenas ser...será que um dia houve alguém que se sentiu assim...quando vive agarrado à vida e só a larga para se prender à morte...
Mas enquanto esta não vem...vivamos a liberdade na sua forma mais pobre, que é pensar-se ser aquilo que nunca o fomos, nem nunca seremos...

*** @rt ***   

5 comentários:

  1. sou dos que acredita que a liberdade vem de todos os lados, de qualquer lado. de dentro para fora, de fora para dentro...

    ResponderEliminar
  2. Somos livres na medida do possível. Se estivermos presos às coisas que gostamos somos livres.

    Ser livre de tudo não é bom, tal como não estar preso a nada.

    Manel

    ResponderEliminar
  3. Que bom que era sermos livres, mas temos amarras e condicionalismos por toda a parte.

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Já é o segundo texto brilhante que leio hoje :-)
    existe por aqui gente de grande valor Imperatriz, tu és uma delas.
    Vamos brincar à liberdade já que me parece que ela não existe de fato nem nua :-D

    BEIJITO

    ResponderEliminar
  5. a demoníaca vontade de tudo verbalizar...

    ResponderEliminar

Partilha-te...