Desgrenhar...


  E há tanto por onde ir em ti...tens tantos caminhos, tantos quanto o mundo os tem. E em cada passeio pelo teu corpo, eu te descubro...eu te cubro com olhos e dedos, para que te engula com a fome dos mendigos.
Beijo-te o corpo, porque a boca me pede...colo-me a ti porque a pele o exige...e seguro nas minhas mãos esses folhas de outono que são os teus cabelos..
Esse verbo que sei só usar em ti e em mais ninguém, sai-me das pontas dos dedos...silaba a silaba...letra a letra...desgrenhar, é esta a palavra que as minhas mãos escrevem quando atravesso as madeixas da tua vida...

*** @rt ***

13 comentários:

  1. Exclusividades...
    Esmiuçar corpos, desgrenhar caminhos.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. <3 desgrenha para ai, mas não arranques as folhas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não arranco só se não calhar...
      até sou menina para tirar um escalpe quanto mais as folhas!

      beijos

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Sensibilizaste-me só pelo facto de te lembrares do meu nome...

      É que um gajo também chora!

      Beijo

      Eliminar
    2. Ainda me resta uma boa memória Jorge...
      sim acredito que alguns homens também chorem, mas só alguns...

      beijo

      Eliminar
  4. Espero que escrevas tão bem com os dedos na pele como o fazes em papel :-)
    aproveita e faz lhe um branching ou broxing ou sei lá como isso se chama :-D
    Beijitos Imperatriz

    ResponderEliminar

Partilha-te...