Que amor é este...


Que amor é este...
que vem não sei de onde...e veio nem sei porquê...
Que amor é este...
tão meu,
tão teu,
tão nosso...
Que amor é este...
que fala pelos corpos,
que cala pelas bocas,
que de silencio e de gritos se faz...
Que amor é este...
Que amor é este...
é este o meu amor.

*** @rt ***

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Deves saber mais que eu com toda a certeza. Mas se sabes diz-me assim já seremos dois a saber.

      Eliminar
  2. Não se explica nem se controla e muito menos se sabe. Nem vale a pena questionar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. David,
      pois existem coisas que se calhar nem devêssemos saber.

      Eliminar
  3. És uma mulher envolvente @rt.
    As tuas palavras são fortes. Determinadas a levar-nos até ti.

    Beijito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser porque toda eu sou uma determinação só.

      Eliminar
  4. sempre a ansiedade de o conhecer...mesmo antes de o saber, ser ou que seja

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que tudo faz parte Mada, parece que tudo cabe.

      Eliminar
    2. Vive-se disto...mas...existe sempre um mas...

      Eliminar
    3. nele "mas", o mais louco do pensar :-)

      Eliminar
  5. Ártemis,
    o amor surge depois da paixão. paixão essa que acontece quando menos contamos.
    gostei muito do que escreveste.
    :)
    um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado.
      Pois dizem que sabe que o amor vem em sequência da paixão, dai a paixão ser dúbia, questionável, no então precisa, enfim
      Este mundo é cheio de contradições é o que é.

      beijo

      Eliminar

Partilha-te...