Sexos "aparte"...





                   Uma mulher não quer o sexo de um homem, quer a sua sexualidade..

      Apesar da ligação directa entre as duas palavras, nem sempre estas chegam juntas ou estão juntas, mas a verdade é que sozinhas valem o que valem...não enchem, não preenchem, de palavras passam a números e números são esquecidos com muita facilidade...Há quem os prefira, estou certa disso, porque é mais fácil contar do que sentir...sentir implica entrega, e nem toda a gente nasceu predestinada a isso...dão-se e por ai se ficam, ficam-se pela matemática que é uma ciência exacta, que não requer grande ciência, é o que é, sem mais nem menos...ou com todos os mais e todos os menos, da trivialidade.
     Mas saibam que as mulheres, ou aquelas que realmente o são, não procuram números, procuram, momentos e estes não se fazem nem com lápis nem com calculadoras...fazem-se de sentires, de emoções dadas e roubadas na cumplicidade das carnes...fazem.se ainda de desabafos pélvicos, de confissões de almas...fazem-se de peles e de sentimento.
Nenhuma mulher deseja o sexo de um homem sem lhe desejar a sua sexualidade, ela quer o todo, o muito, para que dentro de si não fique apenas o descarrego do corpo, que lhe aquece temporariamente as entranhas, ela quer ficar, com o momento após o momento, para que deles faça outros igualmente memoráveis, igualmente dignos de lembrança, mesmo no afastamento.
    Quando se deixam levar para uma cama, não espera apenas pela envergadura do órgão para lhe roubar o compasso de inocência, não esperam horas de movimentos sincronizados,nem tão pouco de perguntas banais, porque essas já foram respondidas antes de se deixar tocar, ela quer sim olhares que procuram o encontro, palavras que levam à união afectiva e efectiva, querem o mais que só a paixão traz consigo. Uma mulher não quer ter prazer, quer sentir prazer...o seu e do homem que com ela tem coragem de o ser verdadeiramente, sexos aparte.

*** @rt ***
  

6 comentários:

  1. tenho sempre uma sensação estranha quando leio textos de mulheres sobre os que as mulheres querem... parece-me que é em contraposição ao que os homens querem. será que o problema é meu?

    ResponderEliminar
  2. Pois não sei te responder...
    não será para alguns uma contraposição, se pensarem da mesma forma ou se desejarem o mesmo, agora se pretendem e desejam de outra forma ai sim será uma posição oposta.
    Existem pois homens que pensam como as mulheres e mulheres que pensam como homens...isto é tudo muito relativo e alvo de muita discussão sempre.
    Por vezes trata-se apenas e só de uma forma de expressão, e na pratica a coisa seja muito parecida.
    Aliás muitas vezes quando leio coisas escritas por homens em relação às mulheres eu própria me questiono se não serão mais as vozes que as nozes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é só o tom que me incomoda. as mulheres que procuram números não são mulheres? são o quê? bichos estranhos? homens?

      Eliminar
    2. e que tom é esse que te incomoda?ainda não entendi lá muito bem!
      escuta lá uma coisa, eu respeito toda ou qualquer tipo de opção de vida e qualquer tipo de relacionamento, até porque cada um sabe de si. Os que procuram números, são matemáticos, podem ser mulheres ou homens meu caro.
      Quanto a bichos estranhos, pois bem isso seremos todos e todas...porque o ser humano em geral é um ser complexo por natureza e insatisfeito.

      Eliminar
  3. Não à parte, mas à priori e posteriori. Mas tudo é complicado e subjectivo. Ah, well...

    ResponderEliminar
  4. Well well you are you're right...tudo é complicado e subjectivo sem duvida!

    ResponderEliminar

Partilha-te...