Colo...



Por vezes sabe bem um colo,
um aconchego, uma mão despida num corpo nu...um olhar dentro de outro olhar...uma boca que se distancia de uma outra apenas por centímetros, muito mal medidos...por vezes, apetece...apetece uma perna que se afasta da outra, para se encaixar noutras...
Existem momentos, em que o ato de sentar, se transforma em mais que uma procura de descanso, é uma busca de sossego...de paz dentro de uma guerra...
Por vezes sabe bem um colo...um frente a frente de desejos...de sexos...que enquanto não se fodem, fazem amor na aproximação...no quase...no que está por vir....

*** @rt ***

6 comentários:

Partilha-te...