Choro...



Choro pela tua falta,
pela ausência que dás a conhecer ao meu corpo,
pela espera a que me sujeitas...
Choro este choro tácito...de lágrimas que apelam à tua vinda...à tua chegada...
A vontade de ti, gera dor em mim...uma dor inquieta, que avança pela minha pele, e me chega aos olhos da alma, me galga às profundezas...que me acutila as entranhas...
Estas lágrimas choradas pelo corpo, são mensagens lançadas ao mar da tua consciência, para que voltes o mais depressa quanto a teu desejo te peça, e me venhas enxugá-las, colhe-las como se fosse uma flor orvalhada pela madrugada...

*** @rt ***

16 comentários:

  1. Choro, baba e ranho... :P
    Mas que comentário mais porco este o meu.:P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde quando a realidade pode ser porca?!:-)))))
      oh mulher nunca espero menos de ti que o bom senso!:-)

      Eliminar
  2. era mesmo essa a palavra que andava à procura: orvalho. é orvalho! obrigado ártemis!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora essa amigo António, nada de agradecimentos, fico é realizada de o ter ajudado :-)

      Eliminar
  3. É. Tramado, mas ao menos é só uma questão de paciência. Podia ser bem pior noutro contexto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Noutro contexto seria nefasto, mas neste é perfeito!

      Eliminar
  4. Ninguém merece chorar assim,sem ser rapidamente confortada ;)
    Belo texto como sempre,as tuas palavras tocam de uma maneira muito especial.

    Beijos amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Worf,
      meu amigo, a tua consideração pelas minhas palavras é que me tocam especialmente.
      beijo

      Eliminar
  5. Hummm e essas lagrimas de sabor a mel....doce...que me vez de saciar a minha gula a minha sede...me faz mais...sedento... :)))
    Beijos-te....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É quase sempre assim, e ainda bem que o é!
      beijo amigo

      Eliminar
  6. assim que não gosta de chorar....dizem que quem chora lava a alma! ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Há choro de tristeza, alegria e este"de prazer"

    Bjão
    Casaert

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Casaert,
      o que não faltam por ai são choros...de todos os tipos e feitios :-)
      O que mais há no mundo são pieguices e piegas :-)))
      beijo

      Eliminar

Partilha-te...