Puxar o desejo...


Quero puxa-te o desejo,
com a minha língua quente, húmida...
deixa que deslize pela tua pele,
em investidas vãs, que te vai deixar à beira do precipício,
mesmo à beira do desespero...
Quero que te vires, me olhes nos olhos, e invistas para mim,
como um touro numa arena, que sabe que em breve lhe vão roubar a vida...
Quero a tua raiva,
quero a tua paixão, a tua loucura,
quero a tua força na minha pele e o teu imputo na minha alma... 

*** @rt ***  

10 comentários:

  1. Tanta intensidade no desejo se não correspondido, é um drama.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. David, é um decepção certamente :-)

      Eliminar
    2. Um decepção!!?? Não, é só uma fase neutra.... bem neutra.

      Eliminar
    3. Quando uma pessoa espera da outra intensidade e se ela não vem, bom acho que ninguém fica neutro.Tende-se a colocar as coisas em causa...isto claro se for uma coisa recorrente.

      Eliminar
  2. pronto! parei respirei e pensei..."quero a tua força na minha pele e o teu ímpeto na minha alma" delicioso ^.~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que paraste e respiraste é sinal que sentiste o que escrevi e te levou para alguns braços :-)

      Eliminar
  3. Que grande investida...se alguém me sussurrasse frases dessas tinha pau prá noite toda...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é lá Jorge, não sabia que também eras de palavras e frases no pé da orelha?!

      Eliminar

Partilha-te...