Pele na pele...




É pele na pele,
que se escreve o amor,
cada deslizar é uma letra,
cada toque uma palavra,
e é na construção do momento,
e no silêncio que o envolve,
que dois corpos despidos se vestem do seu próprio alfabeto...

***@rt ***

2 comentários:

Partilha-te...