Honestidade...


                      A ti serve-te o silêncio quando não te queres explicar,
                                              e a mim servir-me-ia a honestidade para variar...
é aqui que os nossos mundos sempre se hão de separar...entre a meia verdade ou mesmo ao ausência dela por inteiro...
 Nunca poderei aceitar que saibas de todos os meus cantos...quando me escondes as tuas esquinas...

*** @rt ***

8 comentários:

  1. Que lindo! Se é seu parabéns... digno de uma poetisa.
    Tenha um dia de prazeres e alegrias.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada...
      sim é meu, eu nunca coloco aqui nada que não seja...
      mas não sou poeta sou apenas uma curiosa das letras.
      beijocas

      Eliminar
  2. Tal e qual! Há que saber as ruas claras por onde andamos e nos deixam andar ;) Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando estas se tornam sombrias o melhor é deixar outros percorre-las, pode ser que para esses os candeeiros se acendam...
      bjos

      Eliminar
  3. Sem duvida..estás certíssima,a honestidade é um pilar fundamental em tudo.

    Beijo grande amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devia ser meu caro amigo devia...mas a honestidade custa sabes disso, não sabes? Expõe-nos, despe-nos, desprotege-nos...isso de fato andar nu não é para todos.
      beijo meu amigo

      Eliminar
  4. Tudo aqui que é tão teu, parece ao mesmo tempo tão meu. Terão as nossas histórias de vida algo de muito semelhante? Pois a mim, parece-me que sim. Concordo em pleno com as tuas palavras. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Provavelmente...porque o que não falta por ai é gente pouco clara...talvez também tu tenhas tropeçado na desonestidade! O que me parece hoje em dia é que o estranho é tropeçar na clareza, na clarividência. Isso é um fenómeno raro cara amiga, muito raro.
      Mas a gente aprende, a custo mas aprende...

      Eliminar

Partilha-te...