Escondo-te...

 
 
     Vivo-te em cada letra de tudo que escrevo...é nelas que te guardo, que te prendo...para que se um dia a memória me atraiçoar, se deixar de ser meu o meu destino, possa te encontrar...deitado nas minhas frases, sorrindo na minha pontuação...
     Sim continuo a escrever-te...a esconder-te por traz da terceira pessoa do meu singular, sabendo que serás sempre o meu plural...
    A minha poesia, assim como a minha pele, trazem-te e levam-te... são os meios de transporte para que sempre existas em mim...
   Sou de palavras escritas...mais até do que faladas...porque acredito que estas não vão com o vento, o papel é uma árvore de folha persistente, resiste às mais fortes rajadas da vida...
Por isso te escrevo, e continuarei a escrever-te no meio dos meus eternos temporais...porque sei que serás para sempre, nas letras com que te desenho.
 
*** @rtemis ***

6 comentários:

  1. Há muitas maneiras de guardar o que é/foi bom.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. as coisas boas ficam para sempre na nossa memória...

    bj doce

    ResponderEliminar
  3. Guardamos sempre o melhor..

    Gostava de receber a sua visita caso possa e queira, claro.

    http://anseiosedevaneiossexuais.blogspot.pt/

    Beijoca doce

    ResponderEliminar
  4. Que as coisas boas perdurem na nossa memória,mas que nunca nos levam ao abismo na sua ausência.

    beijo grande amiga

    ResponderEliminar
  5. E que nunca te faltem as palavras!

    Beijinho(te)

    ResponderEliminar

Partilha-te...