Quisera eu...

ter esse poder,
de desligar-me e ligar-me,
a meu belo prazer...
mas sou demasiado humana,
demasiado mulher,
não consigo ignorar o mundo,
e o que ele me dá a ver...
Quisera eu,
por vezes não sentir,
só para não sofrer em vão,
mas o meu coração não cabe no peito,
tenho que o trazer na mão...
e aqui anda ele,
exposto como numa vitrina,
todos olham mas não vêem,
onde ele começa e onde termina...
Quisera eu,
poder descansar,
dessa fome que tem o mundo,
beber-me somente a mim,
dentro de um sono profundo...
mas quem sente a vida como eu,
não consegue viver a fugir,
que venham os sentimentos todos,
eu para viver preciso sentir...


*** Ártemis ***

2 comentários:

  1. Há sempre um falar mais alto, dentro de nós…
    Como se pudesse ser dono do tempo e guardar-nos
    sempre o melhor pedaço
    mas a nossa existência só tem um on e um off.....
    que seja bem vivida, quer queiramos quer não..


    Obrigado Ártemis
    Gostei*****
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Opus,
    tens toda a razão, existe sempre uma voz dentro de nós que fala mais alto e por vezes até grita, ignorá-la é impossível, esta é a verdade.
    Assim sendo sigamos vivendo tudo o que a vida tem para nos dar...

    Obrigada,
    bom fim de semana
    Ártemis

    ResponderEliminar

Partilha-te...