...existem sonhos que nos chegam no fim da madrugada...
que nos querem de olhos arregalados para os receber.

*** @rt ***

A vida é tremenda...tremendamente frágil...e quanto mais a olho nos olhos, mais vejo que dela apenas levamos os seus sopros.
Esta semana quis o destino que a com ela me encontrasse de formas distintas e cada uma do seu jeito me marcou profundamente...acredito que nenhuma delas esquecerei, porque existem momentos que são feitos para nos, têm o nosso nome...
Quisera eu colocar em palavras tudo o que me vai por dentro...quisera eu...mas é tão imenso e profundo que as palavras não conseguem carregar em si o tanto do tudo em que me tenho.
Sei sentir, mais do que algum dia saberei escrever, é um facto, mas faço-me de letras para exorcizar o profundo de mim.
Nesta busca pela vida, como já disse, encontrei-me com ela...no seu inicio e no seu fim e eu que me julgo ainda a meio, olho para trás e para adiante e acelero a alma nestes dois sentidos, sem saber muito bem para onde vou...
No meu colo, aconcheguei a chegada...nas minhas mãos acarinhei a partida, com a certeza que deixei um pouco de mim em ambas, mas também trouxe comigo um pouco mais do meu eu em cada uma.

*** @rt ***

 


Poesia...para muitos apenas um género literário,para mim uma forma de sentir...
Hoje que se celebrar o dia dela...leiam não o que faz sentido, celebrem-na lendo o que verdadeiramente vos fará sentir.

*** @rt ***
Hoje escrevo-te...a ti o único do mundo que me trata pelo meu segundo nome, sim hoje escrevo-te a ti meu pai, não que me vás ler, porque não vais, porque por aqui não passas, embora me pergunte o que acharias destas letras que por aqui tenho vindo a depositar ao longo dos tempos. Talvez não te surpreenderias tendo em conta as várias versões de mim que tens vindo a conhecer, não me envergonhando de nenhuma, algumas delas gostaria de ter poupado, porque te entristeceram.
Homem simples, nem a riqueza nem os estatutos te vestem, mas envergas a tua honestidade como o bem mais precioso que conquistaste. E de facto é o que vou herdar de ti e sou-te grata, não me poderás deixar maior legado. 
Sei que querias que eu tivesse nascido rapaz, mas em vez disso veio esta hoje mulher que sem os ter, os tem bem no sitio, quem sabe esta foi a tua recompensa e a minha condenação, mas o certo é que te vejo orgulho nos olhos, quando me vês pegar firme mesmo aquilo que me está a escapar das mãos.
Lembro com carinho, todas as vezes que te acompanhei para aqui ou para acolá...recordo todas as idas aos "futebois", mal sabia eu, o quanto viria a ter que driblar a vida no futuro...
Sempre me exigiste bastante, na época confesso que não achei grande piada, mas hoje vejo que me preparavas para o que estava por vir, mesmo que nenhum de nós fosse vidente.
Sempre confiaste em mim...também é certo que nunca te dei razões para duvidares, porque te fui sempre sincera e doida o bastante para arcar com as consequências dos meus actos, fossem eles quais fossem. 
Fizeste-me com personalidade, que posso eu fazer e foi com ela que nos fiz vivermos aos dois. 
Não és muito de carinhos físicos, vens de uma geração que os homens se queriam sólidos...mas agora já perdi eu a conta das vezes que te vi chorar por mim, quando te dás conta do quanto a vida já me magoou.
Nos dias em que é o diabo quem me acorda, e vou capaz de virar o mundo do avesso, mas que me apercebo com raiva que nem o meu consigo virar, entras-me escritório adentro, sem que me dê conta e dás comigo e com as lágrimas que bebo às pressas e viras costas e vais...vais porque não suportas ver-me assim e também porque sabes que daqui a instantes, sairei refeita e pronta para o que der e vier, mesmo que destruída por dentro.
A vida tem-me revelado a ti, e embora as palavras sumam na tua boca, sei por outros o quanto brioso és de mim, da mulher e mãe que me tornei. Sei que do fundo da tua alma e do teu coração cansado, esperas que um dia a vida me trate melhor do que tem feito, sei-o todas as vezes que olhas para mim...e eu...espero que ela te deixe um pouco mais comigo...um pouco mais, para que eu continuo a fazer do teu desejo a minha esperança...e da tua esperança sempre a minha coragem.
Amo-te muito meu pai...por tudo o que és e por tudo o que acreditas que posso ser...e sou.

*** @rt ***